Pular para o conteúdo principal

SAAI DO QUEIROZ FILHO - TRABALHO DE GRANDE ORGULHO

EMEF PROFESSOR QUEIROZ FILHO

SALA DE APOIO E ACOMPANHAMENTO À INCLUSÃO – SAAI


“É necessário compreendermos que a Inclusão é para todos nós...
Construir um Mundo Inclusivo significa disposição para mudanças: internas, sofridas e necessárias.
Para sermos inclusivos precisamos resgatar um lado nosso mais humano, menos máquina, mais solidário, menos competitivo e mais cooperativo...
Precisamos tomar consciência de que todos somos Diferentes, e
que apenas sendo Diferentes somos singulares e especiais...”
 (Maria Cecília Ballaben Stegun)


A Sala de Apoio e Acompanhamento à Inclusão – SAAI – da EMEF Professor Queiroz Filho é destinada ao atendimento educacional em caráter complementar ou suplementar às atividades escolares aos educandos que dele necessitem, a partir de um trabalho articulado entre os educadores da unidade escolar e os professores responsáveis pela SAAI, por meio de atuação colaborativa.
Atendemos alunos com deficiência que tem impedimento de longo prazo de natureza física, intelectual, sensorial (visual e pessoas com surdez parcial ou total) e com transtornos globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação. É realizado no período inverso ao da classe comum frequentada pelo aluno.
As professoras Meire de Fátima Furtado e Bianca Spina são responsáveis pelo atendimento desses alunos.
 O objetivo da SAAI da nossa Unidade Escolar é a formação do aluno com vistas à autonomia e independência na escola e fora dela. Assim, os alunos desenvolvem o seu potencial e/ou superaram ou minimizam suas dificuldades, integrando-se com todos. Também  planejamos e refletimos sobre a ação pedagógica, buscando estratégias diferenciadas para conduzir o processo de aprendizagem dos alunos, assim, identificamos, elaboramos e organizamos recursos pedagógicos e de acessibilidade que eliminem as barreiras para a participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.
Trabalhamos para que o processo educativo da inclusão seja entendido como um processo social, onde todas as crianças DEFICIENTES têm direito à escolarização, provando o quanto realmente são EFICIENTES.
O NOSSO TRABALHO
A SAAI não tem necessariamente por obrigação seguir uma grade curricular, sendo assim, as atividades desenvolvidas são diferentes daquelas realizadas na sala de aula comum.  As atividades e os conteúdos vão ao encontro dos interesses e das necessidades dos alunos.
 O trabalho da SAAI é realizado dentro de uma perspectiva de projetos, pois permite que o aluno vivencie desde o seu planejamento até a sua execução, levantando hipóteses, investigando e registrando suas descobertas, oportunizando ao aluno a vivência de uma experiência cooperativa, que torna o conteúdo a ser aprendido mais prazeroso e motivador.
Ao longo do desenvolvimento de projetos é propiciado ao aluno momentos com jogos, atividades de reflexão sobre o sistema de leitura e escrita, raciocínio lógico e brincadeiras. A roda de conversa também não pode faltar, por poder proporcionar condições para que os alunos se sintam sujeitos do espaço, da história, das relações do grupo e valores da sociedade ao qual pertence. O diálogo faz com que o aluno tenha vez e voz para falar.
PROJETOS INTEGRADOS: SAAI E SALA REGULAR

Ao longo dos projetos realizados na SAAI, buscamos em algum momento, promover atividades integradas com os alunos da sala regular, com o objetivo de desenvolver o senso de cidadania, respeito mútuo, aceitação e valorização das diferenças individuais. Além de trabalharmos os valores: Amizade, Respeito, Solidariedade, Afetividade, dentre outros.
No primeiro bimestre a Professora Meire de Fátima Furtado buscou integrar ao projeto de história em andamento uma atividade interativa com os alunos dos primeiros e segundos anos do Ciclo de Alfabetização. Os alunos do primeiro ano também tiveram a oportunidade de conhecer os alunos atendidos na SAAI e espaço destinado a esta sala.
O foco do trabalho foi a “contação” de história aproveitando a semana da Páscoa. Nesse período o trabalho proporcionou num primeiro momento uma roda de conversa falando sobre a deficiência intelectual, física, auditiva e visual. Houve a demonstração de material em Braille e fonte ampliada, assim como, apresentação do alfabeto em Libras e alguns sinais de cumprimentos. No segundo momento, houve a “contação” da história " O ovo da vida e a vida do ovo", buscando respostas "ao que tem dentro do ovo de Páscoa" e no último momento, após a descoberta da resposta, cada aluno ganhou um ovo de Páscoa de papel para recheá-lo de boas intenções, do que sentia ou o que estava nascendo em seu coração,  pois  "o que a pessoa coloca dentro do seu ovo de páscoa nasce. Nasce amizade, nasce carinho, felicidade, alegria... Temos que procurar em nosso coração as coisas para rechear os ovos de páscoa!". Dos ovos confeccionados surgiu um grande painel com todos os ovos recheadíssimos. O painel brilhava cheio de vida, amor, amizade...
Os depoimentos dos alunos dados espontaneamente, durante o trabalho e no encerramento dele, nos levaram a acreditar que é importante promover ações inclusivas, mostraram que houve resultados positivos, repercussões significativas e, concluímos também que, houve apropriação, construção e produção de conhecimentos de forma ativa e reflexiva.





































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conhecendo Nossa Escola
Ei, galera! Veja quanta coisa bacana acontece em nossa escola! São tantos os Projetos e atividades que envolvem, estimulam e divertem nossos alunos. Vale a pena conferir e participar!
·Projeto Xadrez – Professoras Nancy Ana Pavan e Márcia Thomazini ·Projeto Jornal – Professora Patrícia Nobre de Faria e Souza ·Projeto Jornal Mural Literário – Professora Adriana Maria Farol Carol ·Projeto As Mídias e as Ondas do Rádio – Professora Valéria Beatriz de Matos ·Projeto Monitores de Leitura – Professora Nancy Ana Pavan ·Projeto Mediadores de Leitura – Professor Leonardo Quintas ·Recuperação Paralela – Professora Magali Aparecida Mingareli Del Valle
Confiram as fotos!
PROJETO XADREZ





PROJETO MONITORES DE LEITURA









PROJETO JORNAL

Sequência Didática Cartas de leitor: Impressa ou via e-mail

O educador possui enorme responsabilidade atualmente em proporcionar ao educando acesso aos vários gêneros textuais. O educando precisa ser instrumentalizado para compreender a função social da escrita. É necessário salientar que o trabalho com vários gêneros textuais repertoria o aluno a compreender como os mesmos estão constituídos e em quais momentos serão utilizados. As desestabilizações oriundas desse percurso contribuem para a formação de leitores e escritores plenos. Sendo assim, a prática em sala de aula pressupõe o redimensionamento do currículo, o qual deve legitimar a problematização como fator essencial para a reflexão do educando. Propostas significativas possibilitam ao aluno uma mobilização interna para construir conhecimento. O grande desafio da Escola é mobilizar o educando para confrontar várias verdades, desenvolver a criticidade e abandonar hipóteses antes inquestionáveis. O aluno traz uma grande bagagem de experiências que não podem ser desconsideradas. Há a nece…

Projeto Recreio Lúdico

A professora Gislaine Oliveira e os monitores (alunos do 5º ao 9º ano) dão continuidade ao Projeto Recreio Lúdico.
Além de oferecer brincadeiras diversas e atividades lúdicas mais adequadas ao espaço e ao momento do recreio, a proposta é proporcionar um ambiente mais saudável, desenvolvendo nos alunos valores, como o respeito e a solidariedade. A interação e a integração entre os alunos que compartilham este momento de descontração possibilitam que o aluno se socialize de maneira livre, porém, mais consciente.
Se você tiver interesse em fazer parte desse grupo divertido, entre em contato com a professora Gislaine Oliveira, responsável pelo projeto.