segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Sequência Didática Cartas de leitor: Impressa ou via e-mail




  O educador possui enorme responsabilidade atualmente em proporcionar ao educando acesso aos vários gêneros textuais. O educando precisa ser instrumentalizado para compreender a função social da escrita. É necessário salientar que o trabalho com vários gêneros textuais repertoria o aluno a compreender como os mesmos estão constituídos e em quais momentos serão utilizados. As desestabilizações oriundas desse percurso contribuem para a formação de leitores e escritores plenos. Sendo assim, a prática em sala de aula pressupõe o redimensionamento do currículo, o qual deve legitimar a problematização como fator essencial para a reflexão do educando. Propostas significativas possibilitam ao aluno uma mobilização interna para construir conhecimento. O grande desafio da Escola é mobilizar o educando para confrontar várias verdades, desenvolver a criticidade e abandonar hipóteses antes inquestionáveis. O aluno traz uma grande bagagem de experiências que não podem ser desconsideradas. Há a necessidade de se construir uma proposta curricular fundamentada na problematização, a qual, proporcionará a constituição do educando como sujeito, autor de suas próprias possibilidades. Para isso, é necessário aproximar o universo escolar dos interesses do educando e o “Programa Ler e Escrever,”através da Sequência Didática sobre carta impressa ou e-mail, possibilita ao aluno, a ampliação de conhecimentos sobre a esfera jornalística; além de incentivar a leitura de matérias jornalísticas de revistas infantis, inclusive, com discussão sobre as matérias apresentadas pelas mesmas. A sequência trouxe contribuições interessantes aos alunos, pois foram explorados os procedimentos de escrita como o  seu planejamento , a escrita propriamente dita , a revisão e a reescrita na produção da carta de leitor, possibilitando maiores conhecimentos das crianças sobre os objetos carta/e-mail. 




0 comentários: