Pular para o conteúdo principal

ENTREVISTA


Na manhã de terça-feira, dia 31 de agosto, no anfiteatro de nossa escola, aconteceu uma entrevista pra lá de especial com o Jornalista Eltom Belli (27 anos). O encontro foi promovido pela Estagiária do TOF – Programa Ler e Escrever, Cibeli Belli, esposa do entrevistado. O objetivo principal dessa proposta fora oportunizar aos integrantes da atual Equipe do Jornal uma experiência diferente, mais atuante e que apontasse para as necessidades, dificuldades e oportunidades que a profissão de jornalista oferece. A entrevista durou cerca de 45 minutos. A Equipe havia preparado um roteiro com 12 perguntas que acabaram resultando em um bate-papo muito especial. De entrevistado nosso convidado passou a entrevistador, fazendo com que nossos alunos refletissem sobre assuntos diversos: ética, valores, ideais, sonhos...
Vejam a seguir as perguntas e respostas desse delicioso bate-papo!

(Equipe do Jornal) - Por que você escolheu essa profissão?
(Entrevistado) – Eu sempre quis poder passar informações, conhecimentos a outras pessoas. Então, escolhi essa profissão pensando exatamente nisso!

(E.J.) - Você sempre pensou em ser jornalista?
(Entrevistado) – Sim!

(E.J.) – Se você não fosse jornalista o que você seria? Por que?
(Entrevistado) – Eu estou pensando em uma nova carreira. Quero ser professor, mas professor de verdade! Depois que vi minha esposa que dá aula aqui, achei muito bacana poder passar conhecimento. E como já disse... eu sempre quis poder fazer isso como jornalista, só que como professor eu posso fazer muito mais! O jornalista depende muito de indicação, de oportunidade e como professor, você pode fazer muito mais. No jornalismo não consegui fazer tudo aquilo que eu queria. Na verdade, decepcionei-me muito com a minha área.

(E.J.) - Como é a vida de jornalista?
(Entrevistado) – A vida de jornalista é corrida! O jornalista tem que saber um pouquinho de tudo, tudo que é assunto, pois quando um jornalista vai fazer uma entrevista, por exemplo, ele precisa saber um pouco a respeito do tema.

(E.J.) - Fale um pouco a respeito da sua história enquanto jornalista (o que você já fez; lugares nos quais você já trabalhou etc.).
(Entrevistado) – Trabalhei sempre com assessoria de imprensa, uma ramificação do jornalismo. Eu era a conexão) com a mídia. Eu escrevia minhas matérias na intenção de divulgar a pessoa e/ou a empresa para quem eu trabalhava. Muitas vezes, meus artigos foram publicados por outros jornalistas. Algumas vezes, eu oferecia minha matéria ou artigo para outros jornalistas que liam e faziam algumas alterações; outras vezes, meu trabalho era publicado na íntegra, mas com a assinatura de outro profissional. Isso tudo tinha como intenção a divulgação do trabalho do meu cliente. Com esse tipo de trabalho, já fui a Manaus, a Curitiba.

(E.J.) – Por curiosidade, você poderia esclarecer qual a diferença entre jornalista e repórter?
(Entrevistado) – Não há diferença. Na verdade a diferença está no campo de atuação. Uns trabalham nas ruas (repórter), outros na Redação do Jornal escrevendo matérias. Mas também existem repórteres que escrevem suas matérias. No jornalismo existem diferentes ramificações: o assessor de imprensa, o radialista, o jornalista esportivo... todos são jornalistas.

(E.J.) – Qual é a sua formação? Que cursos você já fez?
(Entrevistado) – Estudei na Casinha Pequenina (risos), no Olga Benatti, fui para o Educandário e depois, para o Borges e daí, fui para a São Judas e para o SENAC. Cheguei a iniciar uma pós-graduação em Comunicação Empresarial, mas...

(E.J.) – Em quais escolas você estudou? (...) Isso já foi respondido, né?! (risos)
           Então, qual foi e/ou ainda é a sua maior dificuldade nessa profissão?
(Entrevistado) – Gostei da pergunta! Conseguir entrar nesse meio, ter ¨conhecimento¨, indicação é a maior dificuldade!!!

(E.J.) – Você tem algum sonho ou objetivo a ser realizado dentro dessa profissão? Qual?  
(Entrevistado) – Nessa profissão não! Meu objetivo agora é mudar de área!

(E.J.) - Há alguma legislação específica que garanta os direitos e os deveres da sua atual profissão?
(Entrevistado) – Sim. Podemos citar a Lei de Imprensa, a Lei do Audiovisual, leis que garantem a liberdade de expressão, a liberdade de notícias.

(E.J.) – Você deseja deixar alguma mensagem aos alunos da EMEF Professor Queiroz Filho?
(Entrevistado) – Claro que sim!!! Estudem muito! Leiam muito! Leiam livros, leiam tudo! A leitura faz com que vocês aprendam a escrever. Para quem quer ser jornalista o segredo é ler,  o máximo que puder, pois lendo você aprende a escrever, vocês começam a interpretar mais as coisas... E digo mais, não leiam apenas um tipo de livro, leiam jornal, Internet, revista... sejam curiosos! Lendo você aprende tudo!!!

(Entrevistado) – E vocês, que carreira pretendem seguir? Alguém aqui pretende ser jornalista? (risos)

E a entrevista foi encerrada com um delicioso bate-papo! Valeu, Eltom! Agradecemos sua atenção e o seu carinho! Sucesso na sua nova escolha profissional!!!

Comentários

amandaferraz disse…
adorei está entrevista!!!!!♥♥♥amanda 6ºA♥♥♥
Anônimo disse…
EU ACHEI MUITO LEGAL ESSA ENTREVISTA COM O ELTOM BELLI ACHEI ENTERESSANTE.
Nicole disse…
Adoreiii essa entrevista! Me ajudou MUITO a entrevistar um Doutorado em Jornalismo!

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto Recreio Lúdico

A professora Gislaine Oliveira e os monitores (alunos do 5º ao 9º ano) dão continuidade ao Projeto Recreio Lúdico.
Além de oferecer brincadeiras diversas e atividades lúdicas mais adequadas ao espaço e ao momento do recreio, a proposta é proporcionar um ambiente mais saudável, desenvolvendo nos alunos valores, como o respeito e a solidariedade. A interação e a integração entre os alunos que compartilham este momento de descontração possibilitam que o aluno se socialize de maneira livre, porém, mais consciente.
Se você tiver interesse em fazer parte desse grupo divertido, entre em contato com a professora Gislaine Oliveira, responsável pelo projeto.










CONCURSO DE DESENHO  TEMA: AS OLIMPÍADAS DE 2012
A Professora Gislaine de Educação Física promoveu no mês de agosto o "Concurso Caça Talentos" para os alunos do Fundamental I, tendo como tema "As Olimpíadas de 2012". O Concurso foi o maior sucesso! Produções incríveis foram realizadas. No dia 23 do mesmo mês, fora realizada a premiação no anfiteatro da escola. Contamos com a presença de alunos, professores e de nossa Coordenadora Pedagógica Anete. A Equipe do Jornal do Queiroz também esteve lá prestigiando o evento.
Confiram os vencedores e suas produções! 
Classificação:
1ºs Anos 1º Lugar - Medalha de Ouro Matheus dos Santos (1º Ano A) 2º Lugar - Medalha de Prata Luiz Henrique Bertolo Ramos (1º Ano A) 3º Lugar - Medalha de Bronze Leonardo Fernandes Paulino da Silva (1º Ano A)


2ºs Anos 1º Lugar - Medalha de Ouro Daniel Pereira da Silva (2º Ano A) 2º Lugar - Medalha de Prata Vinicius H. Iogui dos Santos (2º Ano C) 3º Lugar - Medalha de Bronze Talita Daiely Oliveira Santos…
Conhecendo Nossa Escola
Ei, galera! Veja quanta coisa bacana acontece em nossa escola! São tantos os Projetos e atividades que envolvem, estimulam e divertem nossos alunos. Vale a pena conferir e participar!
·Projeto Xadrez – Professoras Nancy Ana Pavan e Márcia Thomazini ·Projeto Jornal – Professora Patrícia Nobre de Faria e Souza ·Projeto Jornal Mural Literário – Professora Adriana Maria Farol Carol ·Projeto As Mídias e as Ondas do Rádio – Professora Valéria Beatriz de Matos ·Projeto Monitores de Leitura – Professora Nancy Ana Pavan ·Projeto Mediadores de Leitura – Professor Leonardo Quintas ·Recuperação Paralela – Professora Magali Aparecida Mingareli Del Valle
Confiram as fotos!
PROJETO XADREZ





PROJETO MONITORES DE LEITURA









PROJETO JORNAL